23 janeiro 2009

Depilação Íntima Feminina

- Tenta sim... vai ficar liiiiinda! - Foi assim que decidi, por livre e espontânea pressão de amigas, me render à depilação na virilha.

Falaram que eu ia me sentir dez quilos mais leve, mas acho que pentelho não pesa tanto assim. Disseram que meu namorado ia amar, que eu nunca mais ia querer outra coisa.

Eu imaginava que ia doer, porque elas ao menos me avisaram que isso aconteceria, mas não esperava que por trás disso, e bota por trás nisso, havia toda uma indústria pornô-ginecoló gica-estética.

- Oi, queria marcar depilação com a Penélope.
- Vai depilar o quê?
- Virilha.
- Normal ou cavada? Parei aí, eu lá sabia o que seria uma virilha cavada, mas já que era pra fazer, quis fazer direito.
- Cavada mesmo.
- Amanhã, às... deixa eu ver...13:00 horas?
- Ok. Marcado.
Chegou o dia em que perderia dez quilos, almocei coisas leves, porque eu lá sabia o que me esperava, coloquei roupas bonitas, assim, pra ficar chique, escolhi uma calcinha apresentável. .. e lá fui eu.

Assim que cheguei, Penélope estava esperando, moça alta, mulata, bonitona...pensei... oba, vou ficar que nem ela, legal.Pediu que eu a seguisse até o local onde o ritual seria realizado, saímos da sala de espera e logo entrei num longo corredor.
De um lado a parede e do outro, várias cortinas brancas, por trás delas ouvia gemidos, gritos, conversas, uma mistura de Calígula com O Albergue.Já senti um frio na barriga ali mesmo, sem desabotoar nem um botão, mas eis que chegamos ao nosso cantinho: uma maca, cercada de cortinas.

- Querida, pode deitar.
Tirei a calça e timidamente, fiquei lá estirada de calcinha na maca, mas a Penélope mal olhou pra mim, virou de costas e ficou de frente pra uma mesinha, ali estavam os aparelhos de tortura.

Vi coisas estranhas, uma panela, uma máquina de cortar cabelo, uma pinça, meu Deus, era O Albergue mesmo.

De repente, ela vem com um barbante na mão, fingi que era natural e sabia o que ela faria com aquilo, mas fiquei surpresa quando ela passou a cordinha pelas laterais da calcinha e a amarrou bem forte.

- Quer bem cavada?
- É... é, isso.
Penélope então deixou a calcinha tampando apenas uma fina faixa da Abigail, nome carinhoso da minha periquita, esqueci de apresentar antes.

- Os pêlos estão altos demais, vou cortar um pouco senão vai doer mais ainda.
- Ah, sim, claro. Claro nada, não entendia porra nenhuma do que ela fazia, mas confiei. De repente, ela volta da mesinha de tortura com uma espátula melada de um líquido viscoso e quente (via pela fumaça).
- Pode abrir as pernas.
- Assim?
- Não, querida, que nem borboleta, sabe? Dobra os joelhos e depois joga cada perna pra um lado.
- Arreganhada, né?

Ela riu... que situação... e então, Pê passou a primeira camada de cera quente em minha virilha Virgem, gostoso, quentinho, agradável... até a hora de puxar.

Foi rápido e fatal, achei que toda a pele de meu corpo tivesse saído, que apenas minha ossada havia sobrado na maca, não tive coragem de olhar, achei que havia sangue jorrando até o teto, até procurei minha bolsa com os olhos, já cogitando a possibilidade de ligar para o Samu, tudo isso buscando me concentrar em minha expressão, para fingir que era tudo super natural. Penélope perguntou se estava tudo bem quando me notou roxa, eu havia esquecido de respirar, tinha medo de que doesse mais.

- Tudo ótimo. E você?
Ela riu de novo, como quem pensa: "que garota estranha", mas deve ter aprendido a ser simpática para manter clientes.O processo medieval continuou, a cada puxada eu tinha vontade de espancar Penélope, lembrava das minhas amigas recomendando a depilação e imaginava que era tudo uma grande sacanagem, só pra me fazer sofrer, todas recomendam a todos porque se cansam de sofrer sozinhas.

- Quer que tire dos lábios?
- Não, eu quero só virilha, bigode não.
- Não, querida, os lábios dela... aqui ó.
Não, não, pára tudo, depilar os tais grandes lábios? Putz, que idéia!!! Mas topei, quem está na maca tem que se fuder mesmo.
- Ah, arranca aí, faz isso valer a pena, por favor. Não bastasse minha condição, a depiladora do lado invade o cafofinho de Penélope e dá uma conferida na Abigail.
- Olha, tá ficando linda essa depilação.
- Menina, mas tá cheio de encravado aqui. Olha de perto.
Se tivesse sobrado algum pentelhinho, ele teria balançado com a respiração das duas, estavam tãooooo perto olhando que cerrei os olhos e pedi que fosse um pesadelo... pensei... "Me leva daqui, Deus, me teletransporta" . Só voltei à terra quando entre uns blábláblás, ouvi a palavra pinça.

- Vou dar uma pinçada aqui, porque ficaram um pelinhos, tá?
- Pode pinçar, tá tudo dormente mesmo, tô sentindo nada.
Estava enganada, senti cada picadinha daquela pinça filha da puta arrancando os pelinhos resistentes da pele já dolorida e quis matá-la, mas mal sabia que o motivo para isso ainda estava por vir.

- Vamos ficar de lado agora?
- Hein?
- Deitar de lado, pra fazer a parte cavada. Pior não podia ficar, obedeci à Penélope, deitei de ladinho e fiquei esperando novas ordens.
- Segura sua bunda aqui?
- Hein?
- Essa banda aqui de cima, puxa ela pra afastar da outra banda.

Tive vontade de chorar, eu não podia ver o que Pê via, mas ela estava de cara para ele, o olho que nada vê. Quantos haviam visto, à luz do dia, aquela cena? Nem minha ginecologista. Quis chorar, gritar, peidar na cara dela, como se pudesse envenená-la. Fiquei pensando nela acordando à noite com um pesadelo, o marido perguntaria:

- Tudo bem, Pê?
- Sim... sonhei de novo com o cú de uma cliente.
Mas, de repente, fui novamente trazida para a realidade, senti o aconchego falso da cera quente besuntando meu Twin Peaks, não sabia se ficava com mais medo da puxada ou com vergonha da situação.

Sei que ela deve ver mil cus por dia, aliás, isso até alivia minha situação, por que ela lembraria justamente do meu, dentre tantos? E aí me veio o pensamento: peraí, mas tem cabelo lá?Fui impedida de desfiar o questionamento, Pê puxou a cera, achei que a bunda tivesse ido toda para a casa do caralho. Num puxão só, Pê arrancou qualquer coisa que tivesse ali e com certeza não havia nem uma preguinha pra contar a história mais. Mordia o travesseiro e grunhia ao mesmo tempo, sons guturais, xingamentos, preces, tudo junto.

- Vira agora do outro lado.
Porra... por que não arrancou tudo de uma vez? Virei e segurei novamente a bandinha e, então, para piorar, a biscate da salinha do lado novamente abre a cortina.

- Penélope, empresta um chumaço de algodão? Apenas uma lágrima solitária escorreu de meus olhos, era dor demais, vergonha demais, aquilo não fazia sentido, estava me depilando pra quem?Ninguém ia ver o tobinha tão de perto daquele jeito, só mesmo Penélope e agora a vizinha filha da puta da maca ao lado.

- Terminamos, pode virar que vou passar a maquininha.
- Máquina de quê?!
- Pra deixar ela com o pêlo baixinho, que nem campo de futebol.
- Dói?
- Dói nada.
- Tá, passa essa merda...
- Baixa a calcinha, por favor.

Foram dois segundos de choque extremo, baixe a calcinha, como alguém fala isso sem antes pegar no peitinho? Mas o choque foi substituído por uma total redenção, ela viu tudo, da piriquita ao cú, o que seria baixar a calcinha? E essa parte não doeu mesmo, foi até bem agradável.

- Prontinha... posso passar um talco?
- Pode, vai lá, deixa a bicha grisalha.
- Tá liiiiinda!!! Pode namorar muito agora.

Namorar??? Eu estava com sede de vingança, admito que o resultado é bonito, lisinho, sedoso, mas doía e incomodava demais, queria matar minhas amigas.

Queria virar feminista, morrer peluda, protestar contra isso, queria fazer passeatas, criar uma lei antidepilação cavada.

Queria comprar o domínio: http://www.preserveasxoxotaspeludas.com.br/ e protestar eternamente contra essa tortura.

37 comentários:

Mundo cor de rosa disse...

heheheh...
Adorei sua história.Vc acredita q nunca tive coragem de depilar na cera,deve doer muito....Uma vez tentei depilar a perna e doeu tanto q falei: PARA!O resto faço em casa com a gilete.
Minhas amigas tb vivem dizendo :VAMOS VC VAI GOSTAR,FAZ LOGO TUDO,AXILA,BUÇO,PERNA E CANTINHO.Deus me livre! Vc tem muita coragem....


beijos Gi

Maldonado disse...

Gostei deste post, que, em jeito de crónica, descreve bem algo que sempre me intrigou: a depilação íntima feminina.
Acho que, mais do que mero efeito estético, é necessária, por uma questão de higiene, embora esta seja algo obrigatório para ambos os géneros (as mulheres muito mais, devido à sua especial fisiologia).
E já agora, há uma grande diferença entre o sexo oral feito a uma vagina depilada e a uma peluda...
Gostei muito de ter descoberto o teu blog; e aprecio a tua forma desinibida de escrever. Hei-de vir cá mais vezes. ;)

Débora disse...

to rindo ate agora desse post do seu blog
"Depilação Íntima Feminina"
imagina que eu faço isso desde os 12anos de idade...
na primeira vez fui igual a vc, so uma diferença fui extremamente escandalosa...
hoje... nem chio.. aprendi que fazer todo mes 15 dias depois ou antes da mestruação não doi.. e nunca deve passar a gilete... pq depois a dor é terrivel ;)

adorei o seu blog ;)

bjs
Debora

A outra face da minha Lua disse...

Olá, fartei-me de rir com a sua descrição! Eu prefiro fazer tudo sozinha, a vergonha é menor. ;)

Talita disse...

Adooooooorrrrrreeeeeeeiiiiiiii como descreveu isso, eu ate hoje so depilei a perna com cera e doeu muito prefiro fazer eu mesma do meu jeito viu rsrsr

Neila Maciel disse...

Estava aqui procurando informações sobre depilação intima e tal quando me deparei com seu blog. Vc não tem noção do quanto eu ri!! Caramba, acho que teria a mesma reação. Adorei seu jeito de escrever e descrever uma situação tão chata e engraçada como essa. Beijocas

Nany disse...

Estava eu aqui, justamente, procurando a mesma coisa que a Neila, quando também "esbarrei" no seu blog. Nossa! Como eu ri ... Sou solidária contigo na dor. Mas ... Você expressou isso com tanto bom humor, que acabou virando uma motivação para piadas.
Você escreve muito bem ! Parabéns ... Gostei muito do seu blog.

Ana disse...

Morri de ri viu?Você descreveu tudo!Eu também uma vez fui pra depilar tudo mas não consegui, fiquei quase uma semana com tudo dolorido, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk....como eu ri!Abraços...

♥Rosa εïз Maria♥ disse...

Olha , adorei a forma como descreveu tal situaçao , ri demais aqui, vc nem imagina quanto . Vou te contar , hein!? Vc tem e teve muita coragem, fico pensando em fazer essa tal depilação ai mais, sinceramente me falta coragem , e digo mais , mulher sofre, sofre demais, estava eu aqui tb , pensando e procurando uma forma de depilação intima, mas vejo que essa aí é de doer e bota dor nisso , meu Deus que situaçao passaste hein!?!! Parabéns pela coragem , pela descrição e pelo blog. Beijos!!!

Pipoca disse...

Simplesmente indescritível o quanto eu ri lendo esse post!
Bom DEMAIS!
Parabéns pela espontaneidade e bom humor!

Anne disse...

Parabens pelo post...
Nao tenho como descrever o quanto eu ri, aqui sozinha, lendo sua experiencia com a tal depilacao intima...
Ja passei por isso, incluindo dor e constrangimentos... kkkkk... Eh assim mesmo, sem tirar nem por... kkkkk...
Parabens pelo blog!

●๋•. ßαhzinhαααh ๋•.○' disse...

Nossa que situação . .
Dou graças a Deus por eu nao ter pêlos na virilha ..
Graças a Deus ..
ter até tenho, mas sao tao pouco que nem doem!

maay disse...

AAI, ROLEI DE RIR kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Muito boa a sua história. *-*

marco disse...

Excelente seu texto. Dei gargalhadas sozinho... e tive que repassar para os amigos e amigas. Mais uma vez dou graças por ser homem e por vocês fazerem este sacrifício que, no fim das contas, contempla a nós.
Prazer. Bjs.
Marcão

Márcio disse...

Fala sério! quanto drama por causa de uma depilação. Ou o lugar que você foi é ruim, ou é o caso mais grave de frescura aguda que eu já vi rsrsrsrsrrs.

Gisele Oliveira disse...

RESPOSTA AO MÁRCIO: O que tá descrito ai é o caso de uma PRIMEIRA DEPILAÇÃO NA VAGINA E ÂNUS, se você ao menos tivesse pequeno e grandes lábios saberia como que é dolorido.
Ao que me consta, críticas construtivas são aceitas quando se tem conhecimento de causa, o que não é o seu caso, não é???
Frescura é quando um homem tá doente de uma gripezinha e fica chamando a mamãe... AMIGO NASCE DE NOVO E VAI PARIR ai sim vc será mais macho pra responder a qualquer post. BEIJOS

Juliane disse...

AMEEEI sua história! Dei boas risadas aqui, e fui sofrendo junto a cada puxada descrita por você como se fosse eu!
parabens! Essa foi uma ótima forma de alerta que nem sempre as tais melhores amigas dão bons conselhos! haha boa sorte ai viu?
beijos

marisane.freitas disse...

Olha tô aqui quase tento um troço de tanto rir. É exatamente está sensação que temos sempre, embora eu frequente a estetica a mais de 3 anos e sempre com a mesma pessoa sempre sinto dor e constrangimento. Faço por que vale a pena. A tortura dura 01 hora a cada mês. hehehe, muito bom mesmo!!

Lorena disse...

Ola Gisele
Lendo seu blog acabei me deparando com seu texto.
Só nao é mais engraçado quanto trgico.
Passo por isso todos os meses, sim faço depilação a cera, pois dura mais.
Realmente doi e se vc nao gostou nao faça mais, porem realmente vc nao deu sorte, o lugar nao ajudou, fazer em um salao com uma sala ou um quarto separado por paredes é menos constrangedor e acredito tbm que a depiladora nao ajudou nadinha.
Nao sei se vc ira querer fazer a loucura outra vez, mmas uma coisa que funcionou comigo foi a indicação de uma amiga DE EXTREMA CONFIANÇA.

Bjus*

Denise disse...

CARA, ESTAVA PROCURANDO SOBRE DEPILAÇÃO E ACABEI ENTRANDO NESTE BLOG...ESTOU NO SERVIÇO E DEI TANTA RISADA E SENTI TANTA DOR QUE O PESSOAL FICOU ME OLHANDO ACHANDO QUE FIQUEI DOIDA...KKKKKK

PARABÉNS, PELA FORMA DESCONTRAÍDA E RELATAR ESSA TORTURA, POIS COMIGO FOI ASSIM MESMO A PRIMEIRA VEZ, E PARA PIORAR A SITUAÇÃO A FILHA DA PUTA DA OUTRA ESTETICISTA QUE VINHA PEDIR O ALGODÃO, ESPATULA, O DIABO A QUATRO ERA UM VIADO E FICOU FAZENDO COMENTÁRIOS EM CIMA DA MINHA PERIQUITA E BUNDA....

LoginComum disse...

Olá !
Parabéns pelo texto. Desculpe mas ri muito; mas ri muito mesmo da sua "tragédia".
Muito bom, fluido e cativante.

Claudio

martinlimabh disse...

Nus, que dor heim, parecia infindável o seu sofrimento.
É por essas e outras que eu prefiro a mulher ao natural, sem retirar nenhum pelinha sequer. Fica muito mais linda toda peluda, eu acho esse modismo de depilação inútil e sem sentido. A mulher sofre pro motivo nenhum, apenas por causa da frescura de alguns homens que exigem ela depilada.
Por mim não precisa sofrer não, adoro muito mais ela toda ao natural, adoro o cheiro e o sabor.. Mulheres, por favor, não se depilem, fica muito mais sensual assim, ao natural. Beijos

joao-brito-filho disse...

Olá nina Gi... gostei mto do que vc escreveu, não resistir sem sorrir pois vc conta sua hitória com sabor de aventura, e isso com dor e vergonha, mas com muito humor,

Jailson Machado disse...

Rsrsrs...Nossa não sei como achei o blog, acho que pela foto com o logo da Nike... comecei a ler e não consegui parar, impressionante como descreveu a situação e muito bem humorada... ri muito, foi hilário. Não sei a sensação de depilar a virilha, mas já fiz com cera a barba completa incluindo o bigode e dói demais agora a pinça para tirar os encravados e pedi pelo amor de Deus para ela jogar longe!!!! parabéns!!! mas eaí gostou do resultado?? Vai fazer de novo ou desistiu?? dps a dor passa!!

Mariçoca disse...

kkkkkk, to rindo alto aqui...
Que situação... MORRO de vontade de depilar desta forma mas a vergonha vence. Acabo fazendo em casa com cera mesmo, só que sozinha... kkkk

Ale disse...

Olha achei ótima sua história, estou tentando me depilar mas estou adiando a cada dia. Não consigo parar de rir, muito boa.

Juliana B. Tinoco disse...

Então Gisele, adorei sua história você escreve mto beem!!
Morri de rir!!!!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
mas e aí?
você voltou no salão ou resolveu não depilar mais??

Alessandra Rajule disse...

Adorei!!! È totalmente a verdade. A vergonha e a dor são terríveis, mais o resultado é compessador!!! RsRsrs...

Helloisa Lemes disse...

kkkkkkkkkkkkkk nunca ri tanto de um post menina... fala serio... ri litros.. mas então,eu com a vergonha q tenho,saia correndo daqui so com a metade feita mesmo kkkkk

Lu disse...

AMEEI seu post. Sério. Amanhã vou fazer depilação completa da virilha por luz pulsada. Fiz nas axilas e deu tudo certo. Mas depois de ler seu post, confesso que tô tremendo nas bases. Adorei mesmo. Beijo!

Gi disse...

Olá moça! Sou esteticista e também depiladora. Li seu texto e me mijei de rir kkkkk Você escreve muito bem. Passei pela mesma situação algumas vezes e posso afirmar que a dor é semelhante a dor do parto (sou mãe). Concordo plenamente com tudo! Só quem passa pela terrível experiência é quem sabe... Valeu!

Suzana disse...

Belo depoimento! que talento! parabéns! Relato sensacional!!!!
Adoreii!!!!!

Gabriel disse...

kkkkkkk....q hilário! mto engraçado mesmo o texto. Mulheres, depilem mesmo, não é frescura não. Além de higiênico, nós homens amamos periquitas depiladinhas.

A vida em todos os sentidos disse...

Desculpe ri demais pelo modo que descreveu seu relado aff eu estava procurando sobre depilação e entrei aqui no seu blog,agora que eu não depilo mesmo com cera obrigada pela dica

Cah Sousa. disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK ÓTIMA DESCRIÇÃO, MORRI DE RIR AQUI KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

anasamyn disse...

Eu e algumas amigas quase morremos de rir com esse post! Bjocas seguindo vc no Face e o blog!

Giiuliia Roodrigueez ' disse...

KKKKKKKKKKKK RI DMS , MINHAS AMIGAS DISSERAM PRA EU FAZER ISSO , AI EU PESQUISEI PRA VER COMO ERA E ACHEI ISSO , DAI MINHA BUCETA QUE SEE CHAMA LOLA TA COM O CABELO DA RAPYNZEL KK , MAS DEPOIS DE AMANHA VO FAZE ISSO , DA VONTADE DE CHORAR T.T